A “República de Curitiba” no Ministério da Justiça

In Política On

O ex-juiz federal Sérgio Moro confirmou, nesta terça-feira, o nome do delegado Maurício Valeixo para a direção-geral da Polícia Federal, como antecipou a colunista do Estado Eliane Cantanhêde. Ele vai substituir o também delegado Rogério Galloro. Valeixo já foi diretor das áreas de Inteligência e de Combate ao Crime Organizado da instituição e atualmente é superintendente da PF no Paraná. Moro confirmou o nome em pronunciamento no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) em Brasília, onde estão instalados os gabinetes de transição do próximo governo.

O ex-juiz federal assumiu hoje o cargo de coordenador do Grupo Técnico de Justiça, Segurança e Combate à Corrupção do Gabinete de Transição Governamental. O futuro ministro da Justiça do governo Bolsonaro também anunciou que a delegada Érika Marena, conhecida pela atuação na Operação Lava Jato, vai comandar o Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) da pasta. O órgão é considerado estratégico para investigações internacionais na pasta. “Sempre disse que seria tolo se não aproveitasse os que trabalharam comigo na Lava Jato”, disse Moro em seu pronunciamento.

You may also read!

A arrogância que faz da Invictus Gaming a melhor equipe de League of Legends da atualidade

Ao longo de oito anos, os campeões mundiais de League of Legends sempre seguiram o mesmo “projeto”. SK Telecom

Read More...

EDUARDO CUNHA – Raquel Dodge se opõe à anulação de pena de 14 anos

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, se manifestou pela manutenção de ação penal que condenou o ex-presidente da Câmara,

Read More...

Raikkonen completa 300 grandes prêmios de Fórmula 1 em Mônaco

No Grande Prêmio de Mônaco deste domingo, o finlandês Kimi Raikkonen vai atingir uma marca histórica. Neste final de

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu