Sírio-LibanÊs príbe que seus médicos participassem de reunião com Bolsonaro

In Brasil On
- Updated

O hospital Sírio-Libanês vetou a presença de seus médicos em uma reunião realizada ontem (1º) com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, sobre o uso da cloroquina em tratamentos para a covid-19.

Segundo a coluna de Bela Megale, no jornal O Globo, a ordem veio da cúpula do hospital. A avaliação é que ainda é prematuro ter qualquer conclusão sobre o uso do medicamento no combate ao coronavírus. Como o encontro debateria esse tema, a determinação foi de que nenhum médico do hospital poderia participar do encontro, nem os da unidade de Brasília.

You may also read!

VITÓRIA DA CONQUISTA REABRE COMÉRCIO A PARTIR DA PRÓXIMA SEMANA

A Prefeitura de Vitória da Conquista anunciou, nesta quarta-feira (27), a reabertura do comércio. O protocolo para o reinicio

Read More...

LULA – PT pode lançar nome de Rui Costa para disputar eleições em 2022

O ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), afirmou que a legenda avalia lançar o governador da Bahia Rui

Read More...

Adolescente, de 13 anos, é decapitada pelo pai enquanto dormia por ter fugido com namorado, de 35

Uma adolescente de 13 anos foi decapitada pelo próprio pai enquanto dormia. O “crime de honra” ocorreu porque a jovem

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu