PGR denuncia Bolsonaro pai e filho por racismo

In Política On

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) os deputados federais Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Jair foi acusado de racismo contra negros, quilombolas, refugiados, mulheres e LGBTs durante palestra no Clube Hebraica do Rio de Janeiro, em abril de 2017.

Em nota da PGR, o órgão afirma que “avalia a conduta de Jair Bolsonaro como ilícita, inaceitável e severamente reprovável. Para a PGR, o discurso transcende o desrespeito aos direitos constitucionais dos grupos diretamente atingidos e viola os direitos de toda a sociedade. Ela ressalta que a Constituição garante a dignidade da pessoa, a igualdade de todos e veda expressamente qualquer forma de discriminação.”

No discurso, de cerca de uma hora, ele teria usado “expressões de cunho discriminatório, incitando o ódio e atingindo diretamente vários grupos sociais”. Entre elas, uma em que disse que as comunidades tradicionais “não fazem nada” e “só servem para procriar”.

Já Eduardo foi acusado por ameaça à jornalista Patrícia Lélis, ex-assessora do deputado Marco Feliciano (PSC-SP). Informações  da revista Veja.

You may also read!

Ivete Sangalo e Daniela Mercury cantam para a pipoca na terça-feira

O último dia da programação do Carnaval da Bahia, promovida pelo Governo do Estado por meio da Bahiatursa, vai

Read More...

Fundação José Silveira realiza evento científico para discutir panorama atual do Coronavírus

A evolução da emergência global por Coronavírus COVID – 19, formas de transmissão e de prevenção foram alguns dos

Read More...

Elevador Lacerda e planos inclinados  funcionam gratuitamente durante o Carnaval

Com o intuito de assegurar a mobilidade dos foliões que vão transitar entre a Cidade Alta e a Cidade

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu