Vereador cobra esclarecimento dos R$ 715,2 milhões das empresas contratadas pela prefeitura ligadas ao prefeito ACM Neto

In Política On
- Updated

O vereador Zé Trindade (sem partido) iniciou a semana “exigindo” esclarecimentos ao prefeito ACM Neto sobre os R$ 715,2 milhões das empresas contratadas pela prefeitura ligadas a ele. “Fica parecendo um suposto esquema pesado de superfaturamento, que envolve parentes e amigos do prefeito e de secretários, é uma antiga forma de corrupção, só que muito mais nociva à população; o prefeito tem que explicar esse suposto esquema”, destaca o vereador Zé Trindade.

A denúncia foi realizada em rede nacional, na manhã desta segunda-feira (08), pelo Jornal A Folha de São Paulo. “Conforme apurou o periódico, o esquema envolve seis empresas de amigos, parentes e aliados do prefeito que vêm sugando o nosso dinheiro, desde 2013”. Segundo a reportagem, as empresas pertencem a parentes de três secretários municipais, de um assessor da Casa Civil e de um deputado federal do Democratas, partido do prefeito.

“Suponho pela reportagem que a prefeitura está tomada por uma quadrilha e deva ter um chefe”,  pontua Zé Trindade. O legislador diz que entrará com novas ações nos órgãos de fiscalização “para apurar, averiguar e punir, se for o caso, todos os envolvidos nesse esquema de corrupção, inclusive o prefeito, que é o chefe maior da prefeitura”, atesta Zé Trindade.

You may also read!

Programa Centelha Bahia recebe propostas de negócios inovadores até 7 de agosto

Em 2016, o analista de sistemas Mateus Carvalho participou de um edital de financiamento de negócios inovadores promovido pela

Read More...

Bolsonaro manda cancelar vestibular para transgêneros e intersexuais em universidade federal

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) informou, na tarde de hoje (16), que a reitoria da Universidade da Integração da

Read More...

Seminário reúne representantes de municípios baianos para discutir políticas para as mulheres

As estratégias para a promoção da igualdade de gênero no interior da Bahia foram discutidas no seminário ‘Política para

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu