Disque-Denúncia completa 13 anos

In Bahia On
- Updated

Na capital e RMS, 3235-0000 e no interior, 181. Esses são os números dos telefones do Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública (SSP) – principal ferramenta que dispõe a população para colaborar com o trabalho da polícia – completa 13 anos nesta sexta-feira (14). Operações, prisões e grandes apreensões de drogas foram desencadeadas nesse período, com base em informações chegadas através do canal de comunicação, que preserva o anonimato para os denunciantes.

Somente até novembro desse ano, foram 124.306 ligações de toda a Bahia. “Essa quantidade de denúncias revela a confiança da população na polícia”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, acrescentando que essas informações são “de suma importância para o trabalho investigativo, montagem de operações e desarticulações de quadrilhas”.

Criado em 2005, o Disque-Denúncia, em 2011, ganhou a ferramenta lúdica do ‘Baralho do Crime’, elaboradocom o objetivo de apresentar, por meio de fotos, os criminosos mais perigosos do estado e de estimular ocidadão a ajudar a polícia na captura, denunciando-osAs informações podem ser feitasatravés dos telefones 3235-0000 (capital e RMS) e 181 (interior) e a identidade de quem as fornece é mantida em sigilo.

O ‘Baralho’ mostra a imagem do rosto dos criminosos mais perigosos do estado e contribui para suas prisões.Já aconteceram, desde a sua criação, 212 substituições de cartas, por conta de capturasmortes ou revogações de mandados de prisão dos procurados.

You may also read!

Michel Temer é preso em São Paulo

A Força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro prendeu, na manhã desta quinta-feira (21/3), o ex-presidente Michel Temer,

Read More...

Rui Costa visita obras de macrodenagem do Rio Jaguaribe

Mais qualidade de vida para os moradores da região do Bairro da Paz e da Avenida Orlando Gomes, além

Read More...

Programa de resistência às drogas e violência inicia novo ciclo de atividades em unidades de ensino

A Polícia Militar da Bahia retomou as atividades do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd)

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu