Brasil

Padre Júlio Lancelotti é Hostilizado pela Guarda Municipal em São Paulo Durante Ação com Moradores de Rua

Protestos de pedestres e moradores de rua marcam incidente envolvendo o padre Júlio Lancelotti e a GMC nesta terça-feira

Na tarde desta terça-feira (9/7), o padre Júlio Lancelotti, conhecido por seu trabalho com moradores de rua em São Paulo, foi hostilizado por um oficial da Guarda Municipal da Cidade (GMC) durante uma ação social. O incidente ocorreu em uma das áreas centrais da cidade e gerou revolta entre os presentes.

Vídeos capturados por testemunhas mostram o momento em que o oficial grita com o padre, enquanto vários pedestres e moradores de rua defendem Lancelotti. A situação se intensifica quando um homem, visivelmente indignado, enfrenta o guarda e exige respeito.

O padre Júlio Lancelotti é uma figura respeitada e amplamente conhecida por seu trabalho humanitário. A hostilização por parte da GMC, portanto, gerou imediata reação de protesto de quem passava pelo local. Muitos pedestres se uniram aos moradores de rua em defesa do padre, expressando indignação com a atitude do oficial.

As imagens do incidente rapidamente se espalharam pelas redes sociais, suscitando debates sobre o tratamento dispensado às pessoas que trabalham em ações sociais e à população de rua. Várias organizações e figuras públicas manifestaram solidariedade ao padre Júlio Lancelotti e condenaram a atitude da Guarda Municipal.

Este episódio acende um alerta para a necessidade de respeito e diálogo entre autoridades e aqueles que se dedicam a causas sociais, promovendo uma sociedade mais justa e humana. Imagens e informações Metrópoles.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Abrir bate-papo
Envie sua denúncia
Olá 👋
Fale conosco pelo WhatsApp e envie sua denúncia ou sugestão de pauta.