Politica

Governo Lula Mostra Tendência de Melhora na Percepção Pública, Indica Pesquisa Quaest

Avaliações Positivas do Mandato de Lula Sobem de 33% para 36% em Novo Levantamento

O governo Lula (PT) está demonstrando uma tendência de melhora na percepção da opinião pública, de acordo com uma nova pesquisa divulgada pela Quaest nesta quarta-feira (10). O levantamento revela que as avaliações positivas do atual mandato do presidente subiram de 33% em maio para 36% agora. Simultaneamente, as avaliações negativas diminuíram de 33% para 30%, enquanto 30% dos entrevistados classificaram o governo como regular, e 4% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa foi realizada presencialmente com 2.000 brasileiros de 16 anos ou mais entre sexta-feira (5) e segunda-feira (8). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Comparado com outros levantamentos da Quaest, a avaliação positiva do presidente está em níveis semelhantes aos de dezembro de 2023 e fevereiro de 2024, quando registrou 36% e 35%, respectivamente. As opiniões negativas também seguem uma tendência parecida, com 29% em dezembro do ano passado e 30% agora.

Um segmento em que Lula enfrenta desafios é o dos evangélicos. Neste grupo, 39% avaliam o governo negativamente, 30% consideram regular e 26% têm uma visão positiva. Apesar de uma leve melhora em relação a maio, quando 42% tinham uma opinião negativa, a margem de erro de quatro pontos percentuais para este grupo impede conclusões definitivas.

Em termos de aprovação do trabalho do presidente, 54% dos entrevistados aprovam, enquanto 43% desaprovam, com uma margem de erro de dois pontos. Em maio, a aprovação era de 50%, e a desaprovação era de 47%.

Este levantamento da Quaest é financiado pela Genial Investimentos, uma corretora de investimentos digital controlada pelo banco Genial.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Abrir bate-papo
Envie sua denúncia
Olá 👋
Fale conosco pelo WhatsApp e envie sua denúncia ou sugestão de pauta.