MÃE DE HENRY MEDICAVA O MENINO COM REMÉDIOS CONTRA ANSIEDADE

In Polícia On
- Updated

No segundo depoimento dado à 16ª Delegacia de Polícia, nesta quarta-feira (14), a empregada Rosângela Souza, no caso da morte do menino Henry Borel, de 4 anos, a funcionária relatou que a mãe da criança, Monique Medeiros, dava a ele remédios para ansiedade.

Rosângela também afirmou ter visto o menino mancando após ter ficado trancado no quarto com o vereador Dr. Jairinho, seu padrasto, de onde ele teria saído com “cara de apavorado”.

Em primeiro depoimento, a empregada chegou a contar uma versão de que Henry e Jairinho não costumavam ficar sozinhos no mesmo cômodo, mas voltou atrás na informação no novo relato.

You may also read!

Ilhéus recebe R$ 700 mil de emenda do deputado Paulo Magalhães para obras de infraestrutura

Na terça-feira (4), o município de Ilhéus foi contemplado com uma emenda no valor de R$ 700 mil para

Read More...

Ilheus recebe a visita do governador para inauguração da BA-001

O prefeito Mário Alexandre e o governador Rui Costa realizaram uma vistoria final e entregaram na manhã desta quinta-feira

Read More...

Novo decreto do governo da Bahia libera bares , bebida e aulas semipresenciais

As unidades de ensino, públicas e particulares, de Salvador podem retomar as atividades de forma semipresencial. Considerando que a

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu