MÃE DE HENRY MEDICAVA O MENINO COM REMÉDIOS CONTRA ANSIEDADE

In Polícia On
- Updated

No segundo depoimento dado à 16ª Delegacia de Polícia, nesta quarta-feira (14), a empregada Rosângela Souza, no caso da morte do menino Henry Borel, de 4 anos, a funcionária relatou que a mãe da criança, Monique Medeiros, dava a ele remédios para ansiedade.

Rosângela também afirmou ter visto o menino mancando após ter ficado trancado no quarto com o vereador Dr. Jairinho, seu padrasto, de onde ele teria saído com “cara de apavorado”.

Em primeiro depoimento, a empregada chegou a contar uma versão de que Henry e Jairinho não costumavam ficar sozinhos no mesmo cômodo, mas voltou atrás na informação no novo relato.

You may also read!

Interior da Bahia em alerta com incêndios

Nesta sexta-feira (24), duas aeronaves que estavam atuando em Lençóis serão remanejadas para a região de Uibaí, no norte

Read More...

Projeto Cultura da Paz estreita relação entre estudantes e ambiente escolar no bairro de Valéria

De um lado do portão do Colégio Estadual Professora Noêmia Rego, em Valeria, está grafitado um campo de girassóis.

Read More...

MAUS TRATOS? – Filhote morre depois de desembarcar na ponte aérea São Paulo- Rio de Janeiro

A estudante Gabriela Duque Rasseli, de 24 anos, cobrou a companhia aérea Latam por possíveis maus-tratos contra seu cachorro

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu