JUSTIÇA ARQUIVA SÉTIMA DENÚNCIA CONTRA O PRESIDENTE LULA

In Política On
- Updated

Por falta de provas da delação da Odebrecht contra Lula e seu filho, Luis Cláudio, sócio da empresa Touchdown, a Justiça de São Paulo arquivou nesta semana a sétima denúncia decorrente da Lava Jato, sobre os crimes de corrupção e tráfico de influência.

A decisão foi tomada pelo juiz Diego Paes Moreira, da 6ª Vara Federal de São Paulo, que não viu elementos de prova na delação de Emílio Odebrecht e Alexandrino Alencar, que relataram repasses à empresa Touchdown, do filho do petista, como uma “troca de favores”.

Lula e o filho foram indiciados pela Polícia Federal, mas o próprio Ministério Público Federal entendeu que não havia crimes porque Lula já não era presidente na época dos fatos narrados. O juiz acolheu o mesmo entendimento.

É a sétima ação contra Lula que é arquivada por falta de provas. O ex-presidente só foi condenado em processos instruídos pelo ex-juiz Sergio Moro, na 13ª Vara Federal em Curitiba: caso triplex e sítio de Atibaia (em que a juíza substituta de Moro, Gabriela Hardt, plagiou trechos da sentença do triplex).

O petista ainda aguarda o juiz Antonio Bonat proferir uma decisão a respeito do processo sobre terreno para o Instituto Lula, envolvendo a Odebrecht.

You may also read!

Biden retira liberação da entrada de turistas do Brasil aos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, retirou a liberação da entrada de turistas do Brasil ordenada pelo ex-representante

Read More...

Incêndio atinge fábrica de vaciba para o COVID-19 na Índia

Um incêndio atingiu hoje (21) uma das maiores produtoras mundial de vacinas, uma fábrica da Serum Institute da Índia.

Read More...

Com embaixadores, Rui Costa busca atrair nova indústria automobilística e mais oportunidades para a Bahia

O governador da Bahia, Rui Costa, está numa agenda propositiva frente aos impactos que o fechamento da montadora Ford

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu