Dilma alerta que o Judiciário não pode ser usado de forma politica

In Política On
- Updated

Para a ex-presidente Dilma Roussef (PT), o Judiciário não pode ser usado para perseguir adversários políticos, “escolhidos como alvo fácil ao bel-prazer por agentes do Estado”. A declaração de Dilma, em nota, foi em resposta a publicação na coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo, que indica que o procurador Deltan Dellagnol planejou prejudicar o senador Jaques Wagner (PT), por motivação política.

Conforme Dilma, “a imparcialidade da Justiça é princípio básico do Estado Democrático de Direito o qual fundamenta que todos somos iguais perante a lei e quebrá-lo instaura o estado de exceção persecutório que atinge a todos os cidadãos”.

Mais além, ela presta solidariedade ao senador, que em sua visão é mais uma vítima de perseguição indevida. “Que reforça nossa convicção de que a conduta de Sérgio Moro, Deltan Dellagnol e alguns procuradores da é razão suficiente para anular processos e condenações forjadas com a máquina de mentiras da Lava Jato”, disparou.

You may also read!

Após falas homfóbicas, Maurício Souza tem contrato encerrado por time

Até então atleta do Minas Tênis Clube, Maurício Souza tem contrato rescindido pelo time nesta quarta-feira (27). Decisão foi

Read More...

Limpeza no mar celebra o Dia da Baía de Todos-os-Santos

Foto: Igor Santos/Secom Na próxima segunda-feira (1°), Dia da Baía de Todos-os-Santos, a Prefeitura, através da Empresa de Limpeza

Read More...

Projeto foca na redução da mortalidade materna em Salvador

Foto: Jefferson Peixoto/Secom Para reduzir a morbimortalidade (doenças e mortalidade) materna em Salvador, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu