Mãe de atirador da Escola diz que Guilherme sofria Bullying na escola

In Brasil On
- Updated

A mãe de Guilherme Taucci, de 17 anos, um dos assassinos responsáveis pelo massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, afirmou que o filho sofria bullying e esta foi a causa para ele largar os estudos.

Em rápido relato ao programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes, ela, que não quis se identificar, disse que não entende as razões que poderiam ter motivado o ato do filho, mesmo ciente dos problemas que o adolescente passou na escola. A mulher elogiou o comportamento do jovem: “Era um ótimo filho. Uma criança tranquila”.

Ainda de acordo com a reportagem, a mãe de Guilherme é usuária de drogas; ele foi criado pelos avós e, há cerca de um mês, a avó dele faleceu. O avô ainda é vivo e morava com o rapaz. Incomodada, ela reforçou que não sabe as causas do massacre: “Minha família é de paz, isso é muito estranho. Também quero saber por que ele fez isso”. Com informações de Veja.com.br

You may also read!

TRÁFICO DE DROGAS – POLICIA PRENDE E JUSTIÇA SOLTA

Um traficante que vendia cigarros de haxixe por 50 reais para universitários e em eventos para a classe alta,

Read More...

MARÉ BAIXA – TRAVESSIA SALVADOR-MAR GRANDE PARA POR TRÊS HORAS

A Travessia Salvador-Mar Grande, que está operando normalmente desde às 5h da manhã, vai suspender as atividades nesta terça-feira

Read More...

LEGITIMA DEFESA – MULHER MATA COMPANHEIRO A FACADAS

Um homem morreu após ser atingido por uma faca nesta segunda-feira (16), no bairro de Tancredo Neves, em Salvador.

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu