PGR denuncia Bolsonaro pai e filho por racismo

In Política On

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) os deputados federais Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Jair foi acusado de racismo contra negros, quilombolas, refugiados, mulheres e LGBTs durante palestra no Clube Hebraica do Rio de Janeiro, em abril de 2017.

Em nota da PGR, o órgão afirma que “avalia a conduta de Jair Bolsonaro como ilícita, inaceitável e severamente reprovável. Para a PGR, o discurso transcende o desrespeito aos direitos constitucionais dos grupos diretamente atingidos e viola os direitos de toda a sociedade. Ela ressalta que a Constituição garante a dignidade da pessoa, a igualdade de todos e veda expressamente qualquer forma de discriminação.”

No discurso, de cerca de uma hora, ele teria usado “expressões de cunho discriminatório, incitando o ódio e atingindo diretamente vários grupos sociais”. Entre elas, uma em que disse que as comunidades tradicionais “não fazem nada” e “só servem para procriar”.

Já Eduardo foi acusado por ameaça à jornalista Patrícia Lélis, ex-assessora do deputado Marco Feliciano (PSC-SP). Informações  da revista Veja.

You may also read!

O Ba-Vi pelo Baianão tem data e horário definidos pela FBF

Nesta quinta-feira (27), A FBF (Federação Bahiana de Futebol) finalizou a programação do duelo entre Vitória e Bahia. Agendada

Read More...

Arsenal coloca Douglas Luiz como novo alvo, diz jornal

O Arsenal está procurando reforçar o seu meio campo, para possuir mais opções na posição para o técnico Mikel

Read More...

Bahia manterá congelamento de ICMS sobre combustíveis por mais 60 dias

A despeito da insistência na disseminação de fake news por parte de representantes políticos que buscam confundir a opinião

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu