O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revelou que o preço da cesta básica caiu em 23 capitais do país, inclusive em Salvador, que teve o recuo de 0,31%…

Cesta básica em Salvador é a segunda mais barata do país

Cesta básica em Salvador é a segunda mais barata do país

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revelou que o preço da cesta básica caiu em 23 capitais do país, inclusive em Salvador, que teve o recuo de 0,31% no valor. A capital baiana possui a segunda cesta básica mais barata do país, custando R$ 350,22, ficando atrás apenas de Rio Branco, onde o preço é de R$ 333,30.

Apenas quatro capitais apresentaram aumento nos preços: Fortaleza (0,99%), Macapá (0,43%), São Luís (0,20%) e Rio Branco (0,06%). As maiores quedas foram registradas Rio de Janeiro (-5,02%), em Brasília (-4,18%), Vitória (-4,14%) e em Belo Horizonte (-4,03%).

Com base na cesta mais cara, que em junho foi a de Porto Alegre, no período o salário-mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria ser o equivalente a R$ 3.727,19, ou 3,98 vezes o mínimo atual, de R$ 937. Em maio deste ano, o piso mínimo necessário correspondeu a R$ 3.869,92, ou 4,13 vezes o mínimo vigente. Em junho de 2016, o salário-mínimo necessário foi de R$ 3.940,24, ou 4,48 vezes o piso em vigor, que equivalia a R$ 880.

  • Redes Socias:

Deixe uma resposta