Governo recorrerá de decisão do STF sobre DPVAT, diz Bolsonaro

In Brasil On
- Updated

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira, 3, que o governo vai recorrer de decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT).

Após a fala de Bolsonaro, a Advocacia-Geral da União (AGU) informou que deve recorrer de decisão do presidente do Supremo, Dias Toffoli, de 31 de dezembro, de suspender a redução valor do mesmo seguro.

O ministro da AGU, André Luiz Mendonça, já disse que o governo não questionará decisão do plenário virtual da Corte que suspendeu medida provisória (MP) que extingue o DPVAT.

“É lógico que (o governo) vai recorrer. A Advocacia-Geral da União, o próprio nome diz, é para defender o governo. Conversei com André Mendonça (ministro da AGU). Ele vai questionar essa questão no Supremo. Não reclamo decisões do Supremo, eu respeito”, disse Bolsonaro em frente ao Palácio da Alvorada.

A diminuição da cobrança foi determinada em resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados. No caso dos carros e das motos, a redução seria de 68% e 86%, respectivamente, em relação a 2019.

Para Tofolli, a redução da cobrança do DPVAT foi um ‘subterfúgio da administração’ para não cumprir decisão anterior do Supremo de suspender MP que terminava com o mesmo seguro.

Em 20 de dezembro, Bolsonaro já havia dito que não iria recorrer de uma outra decisão do STF de suspender a medida provisória que dava fim ao DPVAT.

“Decisão do Supremo. Não vou criticar”, disse Bolsonaro na época em frente ao Palácio da Alvorada. Nessa decisão, por 6 a 3, o Supremo impôs derrota ao Palácio do Planalto e suspendeu a MP assinada pelo presidente.

You may also read!

Neilton foi emprestado para clube Árabe

O atacante Neilton foi anunciado ontem (21) pelo Hatta Club, dos Emirados Árabes. Ele estava fora dos planos do

Read More...

ACUMULOU – Mega-Sena vai pagar R$35 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.226 da Mega-Sena, realizado ontem (21). Acumulado, o próximo sorteio será amanhã

Read More...

Procurador que denunciou Glenn Greenwald é o mesmo que denunciou presidente da OAB

O procurador da República Wellington Oliveira, de 51 anos, que denunciou ontem (21) o jornalista Glenn Greenwald, foi o mesmo

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu