G7 – Bastidores mostram “insatisfação” do mundo com Bolsonaro

In Mundo On
- Updated

Uma câmera que acompanhou os bastidores do G7 flagrou o presidente da França, Emmanuel Macron, fazendo duras críticas ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

O incômodo diante das atitudes do brasileiro foi acompanhado por outros líderes internacionais presentes na discussão.

O vídeo foi ao ar pela rede CNews no fim de semana. Nas imagens, Macron conversa com o presidente do Chile, Sebastián Piñera, sobre Bolsonaro ter apoiado uma ofensa contra sua mulher, Brigitte Macron.

A gravação ocorreu durante o almoço do segundo dia das reuniões, após a coletiva de imprensa em que o francês criticou publicamente Bolsonaro e torceu para que, logo, o país tenha outro presidente.

Um dos poucos aliados de Bolsonaro, Piñera mostrou estar inconformado com a atitude do brasileiro em relação à primeira-dama francesa.

“Foi incrível”, disse o chileno, sobre o discurso de Macron. O presidente francês respondeu: “Claro, eu tinha de reagir. Você entende?”. “Sim, eu concordo”, afirmou Piñera.

Macron continuou: “Eu queria ser pacífico. Queria ser correto, construtivo com o cara (Bolsonaro) e respeitar sua soberania. Tudo bem. Mas eu não poderia aceitar isso”, completou o líder francês.

“Não”, interferiu a chanceler alemã Angela Merkel, que se aproxima e confirma a reprovação diante dos comentários de Bolsonaro.

“Você sabe o que ele fez quando meu ministro de Relações Exteriores foi lá? [para o Brasil]”, perguntou Macron a Piñera.

“Ele (Bolsonaro) o deveria receber e cancelou no último minuto para ir cortar seu cabelo. E filmou a si mesmo. Desculpa. Mas isso não é a atitude de um presidente”, finalizou o francês.

Veja o video:

You may also read!

Transporte coletivo intermunicipal é liberado em 303 municípios baianos

Cidades inseridas em macrorregiões de saúde que apresentaram redução na taxa de contaminação e de ocupação de leitos para

Read More...

ELES PASSARAM A BOIADA, E AGORA INVENTARAM OUTRA MENTIRA

Ao lado do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do deputado estadual (PSL-SP) Frederico D’Ávila, o presidente Jair

Read More...

Justiça Militar ignora congelamento e prevê R$ 2 milhões para novos cargos

A Justiça Militar ignorou o impedimento de contratação de novos servidores, previsto na lei complementar 173, e incluiu a

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu