Datafolha – Indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixador é reprovada por 70%

In Política On
- Updated

A decisão do presidente Jair Bolsonaro de indicar seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para embaixador em Washington (EUA) é reprovado por 70% dos brasileiros, de acordo com pesquisa Datafolha publicada nesta quarta-feira (4). Segundo o levantamento, apenas 23% aprovam a indicação.

A escolha foi anunciada em julho, mas ainda não foi oficializada. A nomeação depende de aprovação no Senado.

A pesquisa foi feita entre os dias 29 e 30 de agosto, com 2.878 pessoas em 175 municípios de todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, dentro do nível de confiança de 95%.

Entre os eleitores de Bolsonaro, 53% avaliam que o presidente agiu mal ao indicar o filho, e 40% acham que ele agiu bem. Já entre quem votou em Fernando Haddad (PT), 88% rejeitam a indicação e 9% a apoiam.

A indicação é rejeitada, de modo geral, em praticamente todos os estratos pesquisados, com exceção dos simpatizantes do PSL, partido do presidente. Nesse grupo, 64% apoia a decisão. No grupo que classifica o governo como ótimo ou bom, a aprovação à medida é de 54%.

Entre as regiões do país, a ideia foi mais mal recebida no Nordeste (76% contra) e no Sudeste (71%). Tanto no Sul, reduto do eleitorado bolsonarista, quanto no Norte e no Centro-oeste, 65% se opõem à nomeação.

O perfil de maior rejeição à nomeação é de jovens de 16 a 24 anos (74%), funcionários públicos (81%) e estudantes (78%). Por outro lado, a decisão é melhor aceita entre pessoas com mais de 60 anos (26% acham que Bolsonaro está agindo bem), empresários (36%) e donas de casa (29%).

Quanto à religião, a proposta sofre mais críticas de ateus (95%). Entre os evangélicos, 61% são contrários.

O percentual de 70% rejeição à indicação, que provocou debates se é um caso de nepotismo, é equivalente ao índice dos reprovam a interferência dos filhos do presidente no comando do País.

A fim de mostrar proximidade com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, Eduardo viajou a Washington e se reuniu durante 30 minutos na Casa Branca na última sexta-feira (30). Não foi feito qualquer anúncio após o encontro. O presidente americano disse em julho que apoia a indicação.

Para ser efetivado, o nome do deputado, que não tem carreira diplomática, precisa ser apreciado pela Comissão de Relações Exteriores do Senado e pelo plenário da Casa por mais da metade dos parlamentares presentes. Não há data prevista para essas votações.

You may also read!

Felipe Neto será convidado pela CPMI da Fake News

O youtuber Felipe Neto publicou um novo vídeo em seu canal nesta quinta-feira (dia 12),  esclarecendo mais uma onda

Read More...

Rui Costa vê possibilidade de disputar presidência em 2022

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), assumiu pela primeira vez a possibilidade de se candidatar à Presidência da

Read More...

Praça do Tamarineiro é reinaugurada na Barra

A região do Jardim Brasil vai ser requalificada. O anúncio foi feito pelo secretário de Infraestrutura e Obras Públicas

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu