QUEM MANDA NO BRASIL – Carlos Bolsonaro sugere à PF que na caça ao hacker não dê o ‘mesmo ritmo’ da investigação sobre facada em seu pai

In Política On

O vereador do Rio Carlos Bolsonaro (PSC/RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, disse esperar que a Polícia Federal não dê à investigação dos ataques de hackers aos celulares de membros das forças-tarefa da Lava Jato e do ministro Sérgio Moro o ‘mesmo ritmo e linha’ que deu à tentativa de assassinato de seu pai.

O comentário foi feito no perfil do Twitter do parlamentar na última quarta, 12. Carlos já havia abordado o caso no dia 9, após divulgação de uma nota em que a força-tarefa da Lava Jato no Ministério Público Federal no Paraná indicou que seus membros haviam sido ‘vítimas de ação criminosa de um hacker que praticou os mais graves ataques à atividade do Ministério Público, à vida privada e à segurança de seus integrantes’.

Horas após a publicação do texto do MPF, o vereador compartilhou um comentário do senador Alessandro Viera (Cidadania), que dizia que o objetivo do ataque era ‘claro’, de ‘tumultuar processos e investigações, barrando o combate à corrupção no Brasil’, sendo as ‘táticas hackers’ mais uma etapa dessa guerra.

A nota da procuradoria indicava que um hacker invadiu telefones e aplicativos de procuradores, ‘tendo havido ainda a subtração de identidade’ de alguns integrantes da força-tarefa em Curitiba.

O texto dizia ainda que ‘foram obtidas cópias de mensagens e arquivos trocados em relações privadas e de trabalho’. O texto reagia às reportagens do site The Intercept Brasil, que divulgou na tarde do mesmo dia o suposto conteúdo de mensagens trocadas pelo então juiz federal Sergio Moro e por integrantes do Ministério Público Federal, como o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa em Curitiba. Com informações da Agência Estado. foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

You may also read!

DTE de Vitória da Conquista incinera cerca de 200 kg de drogas

Resultado de apreensões que geraram instauração de diversos inquéritos e indiciamento de dezenas de traficantes, cerca de 200 quilos

Read More...

Mercado das Sete Portas passa por desinfecção total como prevenção ao coronavírus

O Mercado Público das Sete Portas passou por uma desinfecção total, como medida preventiva ao avanço do Covid-19, nesta

Read More...

Os militares no esparro

Jolivaldo Freitas Basta ler o que se escreve nos jornais sérios, por colunistas respeitados e atinados, para se saber

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu