CORREIOS – Quando um capitão demite um General por ‘agir como sindicalista’

In Política On

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira, 14, que vai demitir o presidente dos Correios, general Juarez Aparecido de Paula Cunha. Em café da manhã com jornalistas, o presidente justificou que Cunha “foi ao Congresso e agiu como sindicalista” ao criticar a eventual privatização da estatal e tirar fotos com parlamentares do PT e do Psol. “Aí complica”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro informou, ainda, que convidou o general Santos Cruz para ocupar a vaga, mas adiantou que não tem o nome do substituto. Santos Cruz foi demitido nesta quinta-feira, 13, da Secretaria de Governo, ministério que cuida, por exemplo, da verba de publicidade do governo. Informações da Agência Estado.

You may also read!

Felipe Neto será convidado pela CPMI da Fake News

O youtuber Felipe Neto publicou um novo vídeo em seu canal nesta quinta-feira (dia 12),  esclarecendo mais uma onda

Read More...

Rui Costa vê possibilidade de disputar presidência em 2022

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), assumiu pela primeira vez a possibilidade de se candidatar à Presidência da

Read More...

Praça do Tamarineiro é reinaugurada na Barra

A região do Jardim Brasil vai ser requalificada. O anúncio foi feito pelo secretário de Infraestrutura e Obras Públicas

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu