Sérgio Moro – De Carrasco de Lula a advogado de defesa de Bolsonaro

In Política On
- Updated

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, negou qualquer relação entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), que completou um ano hoje (14). Em entrevista publicada pelo jornal Valor Econômico, o ex-juiz federal afirmou que há uma movimentação no governo para manter a investigação e a busca pelos nomes do mandantes do crime.

“Primeiro, não existe nenhuma relação entre o presidente e familiares com essas pessoas que cometeram esse crime. Isso sequer é cogitado, não tem nenhuma hipótese nesse sentido. Pelo contrário, o que existe é uma aspiração, tanto do governo federal, como do governo estadual para que os fatos sejam esclarecidos”, declarou Moro.

Ainda de acordo com o ministro, há indícios de que os assassinos de Marielle agiram após receberem ordens. “Acredito que essa é uma hipótese probatória bastante provável, e que a investigação não pode ser encerrada antes disso ser confirmado, identificados os mandantes, ou completamente descartada. A impressão que se tem é que existem mandantes”, ressaltou.

You may also read!

Os militares no equilíbrio político

Jolivaldo Freitas   O presidente Jair Bolsonaro não vai mais participar das manifestações em apoio ao seu governo, marcadas

Read More...

Cão adotado pela 11ª CIPM ajuda no patrulhamento diário

Adotado pelos policiais da 11ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Barra), Barrito, 2 anos, é o cachorro protetor das

Read More...

Rubro Negro baiano divulga lista de convocados para o confronto contra o Atlético Goianiense

O Esporte Clube Vitória volta a campo neste domingo (26), quando enfrenta o Atlético Goianiense, pela quinta rodada da

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu