Óscar Ruiz é denunciado por abuso sexual

In Esporte On
- Updated

Reconhecido como um dos árbitros mais importantes do futebol sul-americano nas últimas décadas e atualmente aposentado da profissão, o colombiano Óscar Ruiz foi alvo nesta quarta (13) de graves acusações feitas por antigos colegas. Hárold Perilla, Carlos Chávez e Julián Mejía, também juízes de futebol, registraram denúncia por chantagem e abuso sexual.

“Faço a denúncia contra o senhor Ruiz por abuso sexual desde 2007 até eu me aposentar. Ele dizia que teria que ter relações sexuais com ele se quisesse chegar longe na arbitragem. (…) em uma pré-temporada, ele tentou me tocar nos testículos e nas nádegas. Era inteligente, não deixava áudios e nem provas”, afirmou Hárold Perilla.

“Tive coragem de denunciar, inclusive quando já era árbitro internacional. Convido as pessoas que foram abusadas para que se animem e denunciem as irregularidades também”, acrescentou Perilla, ex-árbitro Fifa e primeiro do trio a vir a público para citar os supostos abusos de Ruiz.

Segundo Perilla, Óscar Ruiz possuía poder de influência nas escalas dos membros para o Conselho de Arbitragem do futebol colombiano. Quem compartilhava as histórias dos supostos abusos com outros profissionais ou ameaçasse denunciar, era vetado.

Além de Óscar Ruiz, o trio também denunciou Ímer Machado, ex-árbitro Fifa e membro do conselho de arbitragem que teria a influência do renomado juiz colombiano, que esteve presente nas Copas do Mundo de 2002, 2006 e 2010 e trabalhou em quatro finais de Copa Libertadores.

“Conheço Ímer Machado desde 2006, ascendendo ao profissionalismo em 2009 como companheiro de profissão. Ele me colocou apelidos, me cercava e tocava os testículos. Tiveram que me deter várias vezes. Foi terrível. Muitas vezes tocava minha bunda, tratava de desprestigiar meu trabalho”, desabafou Perilla.

“Não denunciei antes, hoje sim. Ruiz também. Temos testemunhas do que aconteceu comigo, reforçou.

Esta é a segunda acusação de abuso sexual sobre Óscar Ruiz. Também árbitro, Germán Mauricio Sánchez afirmou que o renomado ex-juiz colombiano cometeu assédio em 2010. A denúncia veio apenas em 2012. “Não denunciei antes porque queria voltar a apitar internacionalmente”, afirmou Sánchez ao El Tiempo.

You may also read!

Os militares no equilíbrio político

Jolivaldo Freitas   O presidente Jair Bolsonaro não vai mais participar das manifestações em apoio ao seu governo, marcadas

Read More...

Cão adotado pela 11ª CIPM ajuda no patrulhamento diário

Adotado pelos policiais da 11ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Barra), Barrito, 2 anos, é o cachorro protetor das

Read More...

Rubro Negro baiano divulga lista de convocados para o confronto contra o Atlético Goianiense

O Esporte Clube Vitória volta a campo neste domingo (26), quando enfrenta o Atlético Goianiense, pela quinta rodada da

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu