Mãe de atirador da Escola diz que Guilherme sofria Bullying na escola

In Brasil On

A mãe de Guilherme Taucci, de 17 anos, um dos assassinos responsáveis pelo massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, afirmou que o filho sofria bullying e esta foi a causa para ele largar os estudos.

Em rápido relato ao programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes, ela, que não quis se identificar, disse que não entende as razões que poderiam ter motivado o ato do filho, mesmo ciente dos problemas que o adolescente passou na escola. A mulher elogiou o comportamento do jovem: “Era um ótimo filho. Uma criança tranquila”.

Ainda de acordo com a reportagem, a mãe de Guilherme é usuária de drogas; ele foi criado pelos avós e, há cerca de um mês, a avó dele faleceu. O avô ainda é vivo e morava com o rapaz. Incomodada, ela reforçou que não sabe as causas do massacre: “Minha família é de paz, isso é muito estranho. Também quero saber por que ele fez isso”. Com informações de Veja.com.br

You may also read!

Michel Temer é preso em São Paulo

A Força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro prendeu, na manhã desta quinta-feira (21/3), o ex-presidente Michel Temer,

Read More...

Rui Costa visita obras de macrodenagem do Rio Jaguaribe

Mais qualidade de vida para os moradores da região do Bairro da Paz e da Avenida Orlando Gomes, além

Read More...

Programa de resistência às drogas e violência inicia novo ciclo de atividades em unidades de ensino

A Polícia Militar da Bahia retomou as atividades do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd)

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu