BaianaSystem prepara Carnaval democrático do Furdunço de hoje

In Cultura On
Um dos momentos mais esperados do Carnaval de Salvador é a passagem da banda BaianaSystem. O grupo promete arrastar uma multidão, nesta quinta-feira (28), no Furdunço, que começa a partir das 15h, no Circuito Dodô (Barra-Ondina). Sem cordas, a banda comandada pelo vocal de Russo Passapusso levará ao circuito a potência das músicas que unem ritmos como ijexá, afoxé, reggae, dub, música eletrônica e percussiva. Tudo isso sob a forte influência da guitarra baiana. Para animar ainda mais a folia, o grupo recebe no trio os appers BNegão e Vandal.
A previsão é que a banda comece a desfilar na Barra entre 17h e 18h, e siga arrastando uma legião de fãs até Ondina. Para o guitarrista Roberto Barreto, que comanda a guitarra baiana, o Carnaval é um grande acontecimento social. Com uma das pipocas mais cheias do carnaval baiano, a BaianaSystem tem contado com um aumento de público significativo na folia. “Para gente é muito gratificante fazer parte dessa festa. Surgimos em 2009 e no ano seguinte a Baiana já desfilou no Carnaval. De lá para cá, o público só cresceu e ficamos felizes porque nossa proposta é trazer uma outra forma de Carnaval”, declarou Beto Barreto.
O musicista comenta ainda sobre a satisfação do grupo de fazer parte do Furdunço. “O evento surgiu com essa necessidade de trazer outros grupos e bandas que não conseguiam espaço. Temos uma mudança bem visível no Carnaval. Sabemos que existe um esforço dos poderes públicos para tentar resolver isso”, disse Barreto. Segundo ele, a Baiana reconhece a importância histórica e social do Carnaval. “Somos referência mundial por conta do Carnaval, mas jamais podemos esquecer ou deixar de ressaltar a influência dos afros, afoxés, samba, dos blocos de sopro, todos esses estilos que fazem a essência da festa. Para nós, o Carnaval tem que ser o mais democrático possível”, destacou.
Público conduz – Animado com a participação no Carnaval, o guitarrista explica que não existe muito planejamento para apresentação na folia. “É ali, na hora. Depende muito do retorno do público. A gente vai sentindo e segue cantando. É muito mais que um show, que uma festa, é o contato com público que direciona a nossa mensagem”, declara.
Para os foliões que seguirão o trio da Baiana e curtirão os demais dias de Carnaval, o guitarrista deixa o recado: “repito o que temos falado muito. É Só Amor, uma saída de paz. E nesse espírito de compartilhar e se divertir”, enfatiza. A Baiana se apresenta apenas um dia na capital baiana. Na sequência, o grupo segue para Recife, onde se apresenta sábado e domingo, e encerra o Carnaval no Rio de Janeiro com um show na segunda-feira (4).

You may also read!

Os militares no equilíbrio político

Jolivaldo Freitas   O presidente Jair Bolsonaro não vai mais participar das manifestações em apoio ao seu governo, marcadas

Read More...

Cão adotado pela 11ª CIPM ajuda no patrulhamento diário

Adotado pelos policiais da 11ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Barra), Barrito, 2 anos, é o cachorro protetor das

Read More...

Rubro Negro baiano divulga lista de convocados para o confronto contra o Atlético Goianiense

O Esporte Clube Vitória volta a campo neste domingo (26), quando enfrenta o Atlético Goianiense, pela quinta rodada da

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu