Limpurb realiza ação de combate ao descarte irregular de lixo no Stiep

In Cidade On
- Updated

O descarte de lixos, materiais inservíveis, madeiras e entulhos tem se tornado cada vez mais comum no entorno da Lagoa dos Pássaros, localizada no bairro do Stiep. Como forma de combater essa prática, a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), junto à Sotero Ambiental, realizou, nesta terça-feira (12), uma campanha educativa na região para a conscientização dos moradores sobre o descarte correto do lixo no local e horário adequado.

Através da abordagem porta a porta, os moradores foram orientados a respeitar o horário da coleta e cuidar do meio ambiente, já que a lagoa é uma área de preservação ambiental e não um ponto de descarte lixo. Imãs de geladeira foram entregues aos moradores como forma de lembrete, contendo os dias das coletas, que são sempre às terças, quintas e sábados, às 20h.

“Essa é uma região com coleta regular do lixo, mas a população também precisa colaborar para que essa prática inadequada não traga prejuízos à natureza nem à saúde da população. Nosso objetivo, através dessa ação, é reforçar a necessidade de cuidar de onde vivemos, descartando lixo no local correto, cuidando da natureza e de nós mesmos”, afirma a chefe de Fiscalização da Limpurb, Cristina Teresa.

A aposentada Maria Aparecida Trindade, 56, conta que já presenciou muitos vizinhos descartando o lixo depois do horário de coleta. “Essa ação é muito importante porque alerta os moradores sobre a necessidade de descartar o lixo de maneira correta. Esse é um trabalho em conjunto. Não adianta só a Limpurb fazer a coleta se os moradores não fazem a sua parte. Eu, quando vejo isso acontecer, chamo a atenção do morador. Se cada um fizesse sua parte, tudo seria melhor”, declara.

A dona de casa Luciana Barbosa, 43, conta que faz questão de ensinar à neta de cinco anos que não se deve jogar lixo no chão, ensinamento que a criança já anda reproduzindo. “Além dela não fazer mais isso, ainda reclama com quem vê fazendo. Espero que essa ação, que é tão importante, tenha o mesmo efeito, pois é um trabalho de educação. O meu desejo é que as pessoas se conscientizem de uma vez por todas porque a verdade é que a população já sabe que isso é errado, mas muitos insistem no erro. Para mudar, só depende de nós”, afirma Luciana.

You may also read!

DTE de Vitória da Conquista incinera cerca de 200 kg de drogas

Resultado de apreensões que geraram instauração de diversos inquéritos e indiciamento de dezenas de traficantes, cerca de 200 quilos

Read More...

Mercado das Sete Portas passa por desinfecção total como prevenção ao coronavírus

O Mercado Público das Sete Portas passou por uma desinfecção total, como medida preventiva ao avanço do Covid-19, nesta

Read More...

Os militares no esparro

Jolivaldo Freitas Basta ler o que se escreve nos jornais sérios, por colunistas respeitados e atinados, para se saber

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu