Esportes Aquáticos e Handeball perdem patrocínio dos Correios

In Esporte On
- Updated

Com a decisão do novo governo de rever os gastos das estatais federais em relação aos patrocínios em geral e o posicionamento do Tribunal de Contas da União (TCU), que definiu no final do ano de 2018 como “irregular a prorrogação de contratos de patrocínio” destas empresas, uma vez que os mesmos “não se constituem em serviço de natureza contínua”, o esporte vive uma das mais graves crises financeiras.

A Confederação Brasileira de Handebol (CBHh) e a Confederação Brasiliera de Desportos Aquáticos (CBDA) acabam de perder o patrocínio dos Correios, assim como a Confederação Brasileira de Tênis, cujo contrato era até novembro de 2018 (R$ 4 milhões desde novembro de 2016). Agora terão de sobreviver apenas com os repasses da Lei Agnelo Piva ou com a ajuda direta do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) a cerca de um ano e meio dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

You may also read!

TRE-BA monta esquema especial para a biometria na Região Metropolitana de Salvador

Os município em fase de recadastramento biométrico obrigatório deverão adotar um esquema especial de atendimento a partir de amanhã

Read More...

Onze meses depois e ainda não reveleram quem mandou matar Marielle Franco e o seu motorista Anderson Gomes

As investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Francisco da Silva, Marielle Franco, e o motorista Anderson Pedro Gomes

Read More...

Operação da Polícia Civil realiza abordagens no Terminal de São Joaquim

Com o objetivo de inibir a circulação de drogas durante o Carnaval, a Polícia Civil desencadeou, nas primeiras horas

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu