Esportes Aquáticos e Handeball perdem patrocínio dos Correios

In Esporte On
- Updated

Com a decisão do novo governo de rever os gastos das estatais federais em relação aos patrocínios em geral e o posicionamento do Tribunal de Contas da União (TCU), que definiu no final do ano de 2018 como “irregular a prorrogação de contratos de patrocínio” destas empresas, uma vez que os mesmos “não se constituem em serviço de natureza contínua”, o esporte vive uma das mais graves crises financeiras.

A Confederação Brasileira de Handebol (CBHh) e a Confederação Brasiliera de Desportos Aquáticos (CBDA) acabam de perder o patrocínio dos Correios, assim como a Confederação Brasileira de Tênis, cujo contrato era até novembro de 2018 (R$ 4 milhões desde novembro de 2016). Agora terão de sobreviver apenas com os repasses da Lei Agnelo Piva ou com a ajuda direta do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) a cerca de um ano e meio dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

You may also read!

LAPÃO: sem escritura definitiva, Prefeitura terá que devolver R$ 1,8 milhão ao FNDE

O Governo Federal, numa ação coordenada pelo FNDE, solicita ao município de Lapão a Escritura Definitiva do terreno onde

Read More...

Homem é preso em flagrante por corrupção ativa

m homem de 24 anos foi preso em flagrante, na quinta-feira (30), após tentar subornar uma equipe da Delegacia

Read More...

Live da Terça Musical: camerata Quadro Solar é a atração do mês de agosto

A camerata Quadro Solar, da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba), é a próxima atração da live da Terça Musical

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu