Pesquisa coloca Rui Costa eleito no primeiro turno com quase 60% dos votos válidos

In Política On

O governador Rui Costa (PT) pode vencer às eleições para o governo do estado no primeiro turno, com quase 60% dos votos válidos. Segundo os números da pesquisa divulgada nesta terça-feira (29) pelo Instituto Paraná. De acordo com o levantamento, caso as eleições fossem hoje, o petista seria reeleito pelos baianos em primeiro turno com 58,8% dos votos.

Os votos dos outros candidatos somados não bateriam o governador da Bahia nem no primeiro turno, ou no segundo, se existisse à possibilidade de segundo turno. O ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), teria 9,5% dos votos. Em terceiro lugar, ficaria o ex-prefeito de Salvador, João Henrique, com 5,8%, que não conseguiu votos nem para se eleger vereador em Salvador na últimas eleições .

Veja como ficaria o resultado se à eleição fosse hoje:

Rui Costa (PT) 58,8%
José Ronaldo (DEM) 9,5%
João Henrique (PRTB) 5,8%
Marcos Mendes (PSOL) 1,8%
João Santana (MDB)1,3%
Marcos Maurício (PSDC) 0,9%
Nenhum 15,8%
Não sabe 5,9%

Ainda segundo os dados, 67,9% dos eleitores aprovam a gestão do petista, sendo que 15,5% apontaram o governo como “ótimo” e 30,4% avaliam como “bom”. Já 37,7% dos entrevistados de 23 a 28 de maio, acham a gestão de Rui “regular”, 6,8% “ruim” e 8,4% “péssima”. Outros 5,6% não sabem ou não opinaram sobre a questão.

Com margem de erro de 2,5%, a pesquisa tem grau de confiança de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o nº BA-08989/2018.

You may also read!

Transporte coletivo intermunicipal é liberado em 303 municípios baianos

Cidades inseridas em macrorregiões de saúde que apresentaram redução na taxa de contaminação e de ocupação de leitos para

Read More...

ELES PASSARAM A BOIADA, E AGORA INVENTARAM OUTRA MENTIRA

Ao lado do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do deputado estadual (PSL-SP) Frederico D’Ávila, o presidente Jair

Read More...

Justiça Militar ignora congelamento e prevê R$ 2 milhões para novos cargos

A Justiça Militar ignorou o impedimento de contratação de novos servidores, previsto na lei complementar 173, e incluiu a

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu