MAD DOG – Vida, Sonhos e Surf conta a história de Marcio Freire por @cezinhamarques – Bahia Press

MAD DOG – Vida, Sonhos e Surf conta a história de Marcio Freire por @cezinhamarques

In Bahia On
- Updated

Estava conversando com Marcio Freire pelo Whatsapp a algum tempo e já sabia da expectativa para o lançamento do livro Vida, Sonhos e Surf, escrito por Dione Freire Silva. Já tinha pedido para ele que falasse com  D.Dione para conceder uma entrevista para o Ta Dando Onda na rádio, o único programa de surf do rádio baiano, pioneiro na transmissão ao vivo pelas redes sociais.

“Ela disse que não dá entrevista”, respondeu Márcio.

Fiquei meio bolado, mas entendi que nem todo mundo tem a facilidade de falar. E para a mãe do Mad Dog baiano, escrever deve ser muito mais fácil que falar. Dione fez justiça e colocou no papel, uma das histórias mais intensas e bonitas do surf mundial. Um livro que levou 5 anos para ser finalizado, e contou com a colaboração de toda afamilia. Um livro escrito à várias mãos.

O livro de mãe e filho tem características diferentes. Uma descreveu com o olhar de quem carregou na barriga por nove meses, ensinou tudo, viu o primeiro sorriso, o primeiro olhar, o primeiro passo,  e ficou com o coração apertado, quando seu filho caçula decidiu ir embora do Brasil, rumo às ondas gigantes e perfeitas do Havaí. Quando ele seguiu para a realização de um sonho.

O filho surfista,  foi e realizou todos os seus sonhos. Chegou no lugar mais importante para qualquer atleta, “o reconhecimento dos seus companheiros”.

Na pagina de Márcio Freire no Facebook, podemos ver várias mensagens, várias fotos. Entre todas as mensagens que estão publicadas ali, escolhi uma que conta como se deu a saga desse ídolo brasileiro, que os baianos precisam conhecer mais profundamente.

“Marcio foi um dos primeiros a remar para o Pe ‘ ahi com mais de 18 pés de luau havaiano. Quando os outros estavam sendo rebocados com por de jetski’s. Sim outros surfistas apareceram com jet skis, nos dias de ondas grandes,  mas apenas  Marcio Freire e dois de seus amigos brasileiros surfaram na remada. As ondas que ninguém tinha coragem de surfar, até aquele dia, os brasileiros conseguiram  surfar. Conheço Márcio bem,  desde quando ele se mudou para Maui. São muitos anos de amizade. O cara  nunca assumiu o crédito por sua realização, e nunca disse uma palavra, ou até tentou provar nada alguém. Que conste: Marcio Freire é um cara humilde. Mahalo Nui Marcio por mantê-lo Real!”, escreveu Rodney Kilborn.

Freire está no Havaí desde 1989. Em 2007 conseguiu surfar na remada, uma das ondas mais cabulosas do planeta. Taxado de louco, ou para os havaianos ,”Mad Dog”, sem nenhum tipo de auxilio de resgate, sem nenhuma segurança. O único equipamento era sua prancha, muita coragem e determinação.

Junto com Danilo Couto e Yuri Soledade, formou uma equipe de brasileiros que conquistou o respeito e admiração do surfistas do mundo todo. Praticante de canoa havaiana ele chegou a representar o Brasil na competições de remo nas ilhas.

No final de semana passado, Dona Dione e Marcio receberam amigos e muitos parentes para o lançamento do livro em Maui, Havaí. No lançamento  foram vendidos 63 livros e  arrecadados U$ 890. Todos os convidados foram animados pela banda Flat Jackson.

You may also read!

Waldir Pires morre aos 92 anos

O ex-governador da Bahia e ex-vereador de Salvador, Waldir Pires, 92 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (22) na

Read More...

Representantes do MP de Cruz das Almas emitem nota de esclarecimento sobre o uso de espadas no São João

Caros Cidadãos de Cruz das Almas/BA, Antes que comecem a circular notícias falsas, é importante lembrar que a fabricação

Read More...

Moradora de Salvador ganha R$1 milhão na promoção NOTA PREMIADA

A ganhadora do primeiro sorteio especial de R$ 1 milhão da campanha Nota Premiada Bahia, do Governo do Estado,

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu