Alan Sanches pede que Rui Costa priorize reabertura de UPAs do Subúrbio

In Política On
- Updated

Passado o Carnaval, onde o governador Rui Costa admite ter investido cerca de R$ 25 milhões em apoio a entidades e trios independentes, embora não seja da sua responsabilidade e sim da prefeitura, o deputado estadual, Alan Sanches (DEM), que é vice-presidente da comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa, pede que o petista deixe de preocupar com a sua reeleição e se volte para os reais problemas da sua gestão, a exemplo da reabertura das UPAs do Subúrbio Ferroviário de Salvador (Escada  e Roma).

Segundo elenca Alan Sanches, somente a Unidade de Pronto Atendimento do bairro de Escada, fechada desde dezembro de 2016, já deixou de atender cerca de 182 mil pessoas. No mesmo caminho, ele destaca, a Upa de Roma, fechada para a adequação da estrutura física para a implantação do Hospital da Mulher, prevista para reabrir em janeiro de 2017, que continua sem prestar atendimentos em média de 6.200 pacientes por mês, obrigando os moradores da região que precisam de atendimento de urgência e emergência a se deslocarem para a Upa de San Martin.

“Diante do caos que se encontra a saúde pública na Bahia, onde até mesmo o recém-inaugurado Hospital da Mulher atende de forma precária, descasos como estes não podem continuar. Estamos falando de uma das áreas mais habitadas da capital, que está sendo ignorada pela gestão estadual”, frisou, questionando que: “o prefeito ACM Neto pediu os postos para a administração municipal. Porque não entregam?”. Por fim, o deputado relembra que “os cidadãos soteropolitanos estão sofrendo sérios prejuízos na assistência à sua saúde e já estão cansados de esperar por uma solução que não chega nunca”.

You may also read!

Transporte coletivo intermunicipal é liberado em 303 municípios baianos

Cidades inseridas em macrorregiões de saúde que apresentaram redução na taxa de contaminação e de ocupação de leitos para

Read More...

ELES PASSARAM A BOIADA, E AGORA INVENTARAM OUTRA MENTIRA

Ao lado do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do deputado estadual (PSL-SP) Frederico D’Ávila, o presidente Jair

Read More...

Justiça Militar ignora congelamento e prevê R$ 2 milhões para novos cargos

A Justiça Militar ignorou o impedimento de contratação de novos servidores, previsto na lei complementar 173, e incluiu a

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu