Prefeitura vai “requalificar” a Colina do Bonfim e estabelecer o “Caminho da Fé” – Bahia Press

Prefeitura vai “requalificar” a Colina do Bonfim e estabelecer o “Caminho da Fé”

In Bahia On
- Updated
Na esteira das comemorações do aniversário de Salvador, o mês de março marcará também o início da requalificação de trechos relevantes da Cidade Baixa da capital baiana, como o entorno da Colina Sagrada – que inclui a Praça do Largo do Bonfim e do Largo da Baixa do Bonfim –, e a criação do chamado Caminho da Fé. Este último, por exemplo, diz respeito à criação de um corredor exclusivo para devotos do Senhor do Bonfim, na Avenida Dendezeiros. O financiamento para execução dos dois projetos será de R$ 28 milhões, entre recursos municipais e federais, conforme acordo firmado pelo prefeito ACM Neto com a Caixa Econômica Federal, na quarta-feira (10).
Os projetos são coordenados pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e têm como proposta potencializar o caráter simbólico da Igreja Basílica de Nosso Senhor do Bonfim em relação ao entorno, com reforço do eixo Largo/Catedral. As intervenções serão responsáveis ainda pela ampliação dos limites da Praça do Largo para dar a sensação de continuidade das escadarias da igreja. O investimento para as obras no entorno da Colina Sagrada será de cerca de R$ 17 milhões, desta vez oriundos exclusivamente de recursos municipais.
Conforme o projeto, a pavimentação do local será composta por mosaico e grafismos marcados no piso em pedra portuguesa. O sistema viário será redesenhado com retirada das vias em frente à entrada da escadaria principal e à Casa dos Romeiros. Com isso, os motoristas deverão fazer o retorno pelos fundos da basílica, junto à Casa do Juiz da Devoção, na esquina com a Ladeira dos Romeiros.
Integrada ao conjunto de casas do entorno, será criado o Abrigo de Velas, um espaço próprio para os fiéis acenderem velas e eliminar riscos de incêndio na igreja. Também será disponibilizado o espaço de distribuição de água benta, com a função de ofertar aos visitantes o acesso à água santificada.
Baixa do Bonfim – Na parte baixa da Colina Sagrada, a Praça Euzébio de Matos, também conhecida como Baixa do Bonfim, é um local de grande uso de moradores e visitantes, além de possuir importante papel nos grandes eventos religiosos da igreja. A requalificação contará com redesenho da área, que ficará integrada aos arcos da Ladeira do Bonfim. Com isso, haverá a reativação dos vãos dos arcos – os locais vão servir para atividades comerciais e de serviços.
No centro da área de convivência e lazer, será disposto um pequeno palco para realização de eventos pela comunidade. Parte da área, será destinada a criação de um estacionamento público, incluindo baias para ônibus e vagas para vans e motocicletas, para atender a demanda das vagas excluídas no Largo do Bonfim. A ligação entre as partes alta e baixa da Colina Sagrada ocorrerá por meio de rampas e escadarias que serão reposicionadas com acessibilidade universal.
A requalificação da Colina Sagrada tem como diretriz a preservação e valorização do Conjunto Arquitetônico, Urbanístico e Paisagístico da Colina Sagrada do Senhor do Bonfim, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Ao longo dos anos, a Igreja do Bonfim e entorno constituíram um importante ponto da identidade cultural baiana, de expressivo valor afetivo para os fiéis, da vivência da diversidade e da tolerância religiosas.
Peregrinação de fiéis – A requalificação da Colina Sagrada vai complementar o chamado Caminho da Fé – projeto que vai transformar a Avenida Dendezeiros, que liga o Memorial de Irmã Dulce (Largo de Roma) à Basílica do Bonfim (Bonfim), em um local de peregrinação de fiéis e que vai impulsionar o turismo religioso na capital baiana. Com recursos na ordem de R$ 11 milhões, oriundos do Ministério do Turismo, o projeto pretende requalificar 1,1 quilômetros de extensão de via.
Do ponto de vista conceitual, a premissa foi priorizar o uso do pedestre, ampliando os passeios com faixas de circulação amplas e bem definidas, arborização da área, iluminação pública, sempre com foco na acessibilidade universal. Dentre os itens a serem implantados está uma faixa de jardim no mesmo nível do passeio, com área permeável, disposta ao longo de toda a avenida.
O paisagismo contará com a manutenção das árvores existentes e que estejam em bom estado, além do plantio de mais dendezeiros, para proporcionar um caminho agradável de sombra à população. Ao longo do trajeto, serão implantados bancos e totens, com placas alusivas a importância histórica da área, e iluminação cênica para valorização e segurança do percurso.
Agora o projeto está sob avaliação do projeto pela Caixa para aprovação dos recursos. Em seguida, será a vez do lançamento do edital de licitação para escolha da empresa que vai executar as obras.

You may also read!

Show de rap na Itália deixa seis mortos e mais de cem feridos

Ao menos seis pessoas morreram pisoteadas e mais de 100 ficaram feridas em uma confusão ocorrida durante um show

Read More...

Agentes de trânsito são agredidas durante fiscalização no Mercado do Peixe

Duas agentes da Transalvador foram agredidas verbalmente na tarde desta sexta-feira (07) durante uma ação de fiscalização de estacionamento

Read More...

Festival de Verão altera tráfego durante o final de semana

O Festival de Verão, que acontece neste final de semana (08 e 09), causará alteração no tráfego de veículos

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu