Polícias deflagram mais uma operação em Juazeiro

In Polícia On

As polícias Civil, Militar e Guarda Municipal de Juazeiro deflagraram, na noite de sexta-feira (8) e madrugada de sábado (9), a terceira etapa da Operação Paz em Juazeiro, na qual uma pessoa foi detida com um papelote de cocaína e teve lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), um carro apreendido por poluição sonora e seis estabelecimentos fechados e notificados.

O objetivo da operação era realizar abordagens em bares e veículos, visando localizar armas, drogas, produtos subtraídos em roubos ou furtos e pessoas procuradas pela justiça, ações para reduzir a ocorrência de crimes violentos, letais e intencionais (CVLIs). A novidade, desta vez, foi a presença da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano de Juazeiro (Semaurb), que teve papel importante nesta etapa da operação.

O grupo percorreu os Bairros Jardim Primavera, Itaberaba, Tancredo Neves, Alto do Alencar, João XXIII e Tabuleiro. Dezoito bares e clubes foram abordados e um bar foi autuado pela Semaurb por irregularidades. Os policiais abordaram 528 pessoas, 38 veículos e 72 motocicletas. Um total de 25 policiais e fiscais em sete veículos, incluindo um guincho, visitou os vários pontos previstos.

Os policiais que participaram da operação pertencem às equipes da 17ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), das delegacias de Homicídios (DH) e Tóxicos e Entorpecentes (DTE), pela Polícia Civil, da 75ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), pela PM, e da Semaurb, pela Prefeitura da cidade.

You may also read!

Transporte coletivo intermunicipal é liberado em 303 municípios baianos

Cidades inseridas em macrorregiões de saúde que apresentaram redução na taxa de contaminação e de ocupação de leitos para

Read More...

ELES PASSARAM A BOIADA, E AGORA INVENTARAM OUTRA MENTIRA

Ao lado do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do deputado estadual (PSL-SP) Frederico D’Ávila, o presidente Jair

Read More...

Justiça Militar ignora congelamento e prevê R$ 2 milhões para novos cargos

A Justiça Militar ignorou o impedimento de contratação de novos servidores, previsto na lei complementar 173, e incluiu a

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu